No passado dia 28 de julho de 2014, a AES, a AESIRF, a FETSE (SITESE, SINDETELCO, SINDCES/UGT e SINDEL) chegaram a acordo de revisão do CCT. A nova convenção prevê um aumento salarial de 1,5% e consagra importantes alterações, designadamente, quanto a regimes de flexibilidade dos tempos de trabalho (adaptabilidade, banco de horas e horário […]

Read More

Já em 2011, e considerando “a dificuldade em determinar a dimensão do trabalho não declarado em Portugal, este corresponderia a 22% do PIB”, segundo os mesmos investigadores, citados pela ACT O trabalho não declarado em Portugal representava cerca de 19,4% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013, acima da média europeia de 18,4%, segundo dados […]

Read More

Carta Aberta ao GovernoExmo. Senhor Primeiro-Ministro e Exmos. Senhores Membros do Governo,A AES – ASSOCIAÇÃO DE EMPRESAS DE SEGURANÇA tem constatado, com preocupação, os efeitos nefastos da implementação de medidas de suposto “incentivo ao emprego” como sejam as que preconizam o reembolso da TSU (“Impulso Jovem”) e a atribuição de um apoio financeiro que pode […]

Read More

O setor da segurança privada é composto por mais de 100 empresas. A crise trouxe com ela problemas de dumpig. As associações do setor alertam para que “o preço não é tudo”. O aumento da insegurança e da criminalidade relacionado com a crise tem alertado os cidadãos para a necessidade de se protegerem mais. Ainda […]

Read More