[Dinheiro Vivo D/R]

A partir de setembro, há fiscalização reforçada sobre indústria que emprega 40 mil pessoas mas que tem dois contratos de trabalho.

Quando as boas práticas voltarem a ser a regra de ouro, os trabalhadores vão ganhar mais, o setor vai prosperar e haverá respeito pelo trabalho coletivo”, salienta Rogério Alves, presidente da AES – Associação das Empresas de Segurança.

Leia tudo aqui.

Comments are closed.