No passado dia 28 de julho de 2014, a AES, a AESIRF, a FETSE (SITESE, SINDETELCO, SINDCES/UGT e SINDEL) chegaram a acordo de revisão do CCT.

A nova convenção prevê um aumento salarial de 1,5% e consagra importantes alterações, designadamente, quanto a regimes de flexibilidade dos tempos de trabalho (adaptabilidade, banco de horas e horário concentrado), férias, retribuição especial do trabalho suplementar, trabalho noturno, trabalho prestado em dia de descanso semanal obrigatório ou em dia feriado e, também, condições gerais e específicas de admissão profissional, mobilidade funcional, mobilidade geográfica, trabalho a tempo parcial, intervalo para descanso, segurança e saúde no trabalho, justificação de faltas, deveres do empregador e do trabalhador, conteúdo dos recibos de vencimento e deslocações em serviço, entre outras.

Consulte o novo contrato coletivo de trabalho do setor da segurança.

Comments are closed.